Aprendendo com as tempestades da vida

Aprendendo com as tempestades da vida

Ola tudo bem ? Faz tempo que não escrevo nada, faz tempo que não leio mais nada, e sinto falta disso, eu Sandro Luis sou muito conhecido por uma pessoa que leio muito e devido a pressão da vida deixei de lado a alimentação espiritual do qual isso e um problema serio,bem...mais hoje convido você a ler esse texto comigo esta escrito em João 16.33 diz assim:
33 Eu vos disse estas coisas para que, por meio de mim, tenhais paz. No mundo tereis tribulação, mas, coragem! eu venci o mundo.
Esse texto diz que no mundo nós temos aflições. Talvez você esteja pensado Misericórdia, “eu não gosto de aflição”. Nem eu!
Mas a Bíblia diz que, quem quer viver, precisa estar disposto a enfrentar as aflições. Porque quer gostemos ou não elas fazem parte da nossa vida.
Se eu não posso me desvencilhar de todas elas eu preciso aprender com elas. Algumas podemos nos livrar porque as nossas escolhas produzem conseqüências e nossas escolhas erradas produzem aflições.
Estamos debaixo da lei da semeadura, aquilo que plantamos vamos colher. Ninguém colhe o que não plantou. “Ah, mas eu não gosto disso o que estou vivendo”. Olha lá atrás e veja o que você plantou. Se você não gosta do que está recebendo mude o que você está fazendo! .
vamos usar o termo tempestades para aplicar às aflições. Vamos ver quatro tempestades e, cada uma trás uma mensagem diferente
 
A primeira delas está em Jonas 1.4
4  E o próprio Jeová arremessou um grande vento contra o mar e veio a haver uma grande borrasca no mar; e no que se referia ao navio, estava prestes a naufragar.
 Todo mundo conhece a história do Jonas, aquele que foi parar na barriga do grande peixe. É uma história interessante. Há uma tempestade nessa história, uma adversidade.
 
Muito já foi pregado sobre Jonas, sobre essa história, mas eu não quero falar de Jonas, eu quero falar do capitão do navio. Ele é que é o responsável por aquela embarcação. Por quê? Porque a responsabilidade é dele. Nós estamos falando do navio, é o navio que está enfrentando a tempestade. O capitão era profeta? Não! O capitão desobedeceu a Deus? Não! Mas o capitão cometeu um erro gravíssimo.
Sabe o que Jonas fez? Desobedeceu a Deus e entrou naquela embarcação. O erro daquele capitão foi vender a passagem para alguém que não deveria estar ali. Por isso a tempestade vem
Se você não for seletivo em quem entra na tua vida, na tua família, você pode ter problemas.
 
O desobediente pode não te causar problema agora porque ele vai dormir, mas uma hora ele vai acordar e vai trazer problema para você! Uma hora ele vai se levantar contra você para colocar sua embarcação no fundo.
 
Por isso, escolha melhor para quem você conta seus segredos, escolha melhor para quem você abre a porta da sua casa.
Jonas não entrou de penetra. Ele comprou a passagem. Às vezes vendemos ingresso da nossa vida para quem não deveria estar lá.
 
Venda a passagem para a imoralidade
para a fofoca
Para a prostituição
para um desobediente
E você vai ver o que isso vai acontecer com a sua viagem, com a sua história.
 
O capitão do navio está ali procurando o problema e resolve jogar fora a carga porque o navio era um cargueiro e também um navio de passageiro e ainda tinha a tripulação sob o seu comando. Mas não era a carga ou não era na carga que estava o problema. O problema estava em Jonas. Por isso que quando você recebe algo que não deve na sua vida você pode perder o que não deveria! Perde família, perde saúde, perde dinheiro, perde paz. E o capitão do navio quer resolver o problema e ele começa a procurar e vai até o porão e lá no porão está Jonas. Está quietinho, dormindo, porque às vezes o que vai te levar pro fundo não faz estardalhaço. Você que deve selecionar quem entra no teu navio. E quem mandou essa tempestade foi Deus porque Deus queria mandar uma informação a esse capitão: “não receba desobediente na sua vida ou você afunda”. Deus não quer ver o teu navio afundar, ele está mandando a tempestade só pra te despertar. Para que você tome uma providência. A primeira lição é essa: seja seletivo! Jogue fora programas de TV que não deve companhia que não deve, sites que não deve, joga fora porque são Jonas. Eles estão afundando e querem levar você também para o fundo.
 
Vamos falar de uma segunda tempestade que a Bíblia relata.
 
A segunda tempestade Mc. 4.35-37
 
E naquele dia, ao cair a noite, disse-lhes: “Passemos para a outra margem.”36 Assim, depois de terem despedido a multidão, levaram-no, assim como estava, no barco, e havia outros barcos com ele.37 Levantou-se então uma violenta tempestade de vento e as ondas abatiam-se sobre o barco, de modo que o barco estava ficando inundado
 
Veja só o que diz o texto, Levantou-se um grande temporal de vento. Jesus falou para os discípulos: passemos para a outra margem. Ele iria junto com os discípulos. E os discípulos obedeceram. Aqui não tem desobediência, a desobediência fiou em Jonas.
Jesus foi dormir, tava cansado, não entendia nada de embarcação, por isso contratou 4 pescadores: Pedro, Tiago, André e João. Mas de repente quem vem?
A tempestade.
Por que no mundo tereis aflições.
E os discípulos remam pra lá, levantam a vela, correm pra um lado, correm pro outro, gente será que ele não ta vendo? Ele que colocou a gente nessa situação. Vamos acordá-lo e talvez alguém dissesse não, deixa ele dormir. Mas o barco tava quase afundando.
 
O barco não ia afundar. Jesus está presente. Se o barco afundasse pros discípulos afundaria pra Jesus também. Mas essa tempestade vem para ensinar algumas coisas: Se Jesus falou, tá falado. Ele disse: passemos e foi dormir, porque ele já liberou a palavra de vitória.
 
Ele já fez a parte dele. Nada iria afundar aquela embarcação porque ela estava debaixo da palavra do Senhor.
Tem tempestade que vem na nossa vida só para nos provar que aquele que prometeu é fiel para cumprir. Vai sacudir teu barco, a água vai entrar, vai ser difícil, você vai ficar molhado, mas a presença do Senhor te garante a vitória.
 
Acordaram Jesus! Ele levantou olhou para o vento e o mar e disse: aquieta-te! Tudo se aquietou e houve grande bonança. E os discípulos disseram: “quem é este que até o vendo e o mar o obedece?”. Tem tempestade que vem na tua vida só para mostrar quem é o teu Deus! Ela não quer afundar a tua embarcação, ela só quer mostrar quem é que anda contigo! Às vezes a tempestade vem pra te mostrar o poder do teu Deus! O que ele pode fazer a teu respeito. Como ele pode entrar com providência e mudar a tua história!
 
Vamos ver outra tempestade relatada na bíblia esta escrito em Mt. 14. 24
24 O barco já estava então a muitas centenas de metros da terra, sendo duramente castigado pelas ondas, porque o vento era contrário.
 
 Essa historia e curiosa, porque Jesus deu ordem para os discípulos para que entrasse no barco e que ele iria depois, os discípulos Compeliram, ordenou – obrigou.
 
Jesus disse: quero todo mundo no barquinho! Quem não está preparado para obedecer não está preparado para ser Cristão! O discípulo deve fazer a vontade do mestre e não a sua. Jesus mandou entrarem no barco e não foi junto. Disse que iria depois.
Agora, pensa bem: da outra vez com ele no barco aconteceu o que aconteceu imagina sem ele junto?
“Vão vocês que eu vou depois”. Eu vou depois. Depois como? Só tinha aquele barquinho. Não tinha Jet Sky, não tinha uma lancha.
Os discípulos devem ter pensado: ele não vai não. Como é que ele vai? Mas obedeceram e foram. E lá veio um vento contrário. Não era bem uma tempestade, mas eles estão lá com problema, remando.
A situação tava difícil e Jesus disse: vão vocês que eu vou depois, mas não disse a hora que iria.
Tem tempestade que vem para dizer para você que o tempo não é seu, é de Jeová Deus. Na quarta vigília da noite, aproximadamente 3h da manhã, vem Jesus andando sobre o mar. Tudo escuro, os discípulos com medo, cansados. Nem todos os discípulos eram pescadores. Estavam todos agitados, nervosos, com os olhos esbugalhados e lá vem Jesus, andando sobre as águas.
 
De repente alguém viu aquele vulto e grita: é um fantasma! Mas Jesus grita: Não temais, sou eu! Pedro falou: se és tu Senhor, me deixaeu ir até onde tu estas.
Tem tempestade que vem na tua vida só para saber o que você vai fazer quando a crise chegar. Doze homens amedrontados e somente um se levanta e diz: Senhor, “eu quero ir onde o Senhor está independente da tempestade que está ao meu redor. Eu sou capaz de fazer o que o Senhor faz porque eu sou teu discípulo”
Tem tempestade que vem na tua vida só para te ensinar a sair do barco. Porque sair do barco é fazer o que ninguém faz. Quantos saíram do barco? Um.
Quantos ficaram no barco? Onze! Quem você quer ser?
Os que ficam ou os que saem? Quem sai do barco conta milagre a respeito de si próprio, quem fica no barco conta milagre a respeito dos outros.
A escolha é sua. Na Reunião de domingo na Congregação primitiva 11 homens poderiam se levantar e dizer: esta semana nós vimos um homem andando sobre o mar e um homem poderia dizer: o homem que eles viram andando sou eu!
Quem você quer ser?
Saia do barco, porque tem tempestade que vem para dizer para você que ela não pode afundar sua embarcação e que você pode andar sobre as águas porque o mestre te espera do outro lado.
O barco era o lugar mais seguro, mas Pedro disse: eu quero sair daqui.
Enquanto você não estiver pronto a sair da sua segurança e viver pela fé você não verá os milagres de Deus na sua vida. Milagre é para quem sai do barco, é para quem tem coragem. E não é fácil não. Porque Pedro sai andando e no caminho ele muda de ótica.
“Nossa, o que eu estou fazendo é perigosíssimo”.
E Jesus deve ter pensado a tua sorte é que você está andando na minha direção, segura aqui na minha mão, homem de pouca fé. Jesus está esperando pessoas que saiam do barco, que façam coisas que aparentemente são loucura! Aprenda com as tuas tempestades.
 
Vamos ver uma quarta tempestade relatada na bíblia esta escrito em At. 27.18
 
Essa tempestade é terrível, durou 14 dias. Paulo estava preso nessa embarcação. Jogaram as coisas fora do navio. Mas algo é importante:
esse navio vai afundar.
Tem gente que pensa que navio de cristão não afunda. Jesus está comigo. Mas Jesus estava com Paulo e o navio afundou. Mas essa tempestade ensina algo importantíssimo:
o seu navio pode afundar, mas você não afunda com ele. O seu navio, a sua dificuldade, pode te vencer no momento, mas a caneta que escreve o seu futuro está nas mãos de Jeová  Senhor dos exércitos.
Jeová Deus disse a Paulo numa visão: o barco afunda, mas ninguém morre.
Por isso que tem situações na tua vida que podem te fazer afundar naquele momento, naquela viagem, mas isso não vai acabar com a tua história. Talvez você tenha naufragado agora, perdeu alguém da sua família; perdeu o seu emprego, perdeu outras coisas e não vai ter de volta porque aquela viagem é um momento de perda. Mas ela não acaba com a tua história porque quem anda contigo é Jeová o Senhor dos exércitos. Essa não foi a última viagem de Paulo não. Ele viajou muitas outras vezes com sucesso. Então, teu naufrágio hoje, não determina o fim de sua história.
 
Conclusão
 
Vale à pena aprender com as tempestades.