Descubro que sou forte nas minhas fraquezas

Hoje li o texto bíblico e convido você a ler comigo pegue sua bíblia e leia 2 coríntios capitulo 12 versículo 9 a 10


Diz assim - contudo, ele me disse realmente: “Basta-te a minha benignidade imerecida; pois o [meu] poder está sendo aperfeiçoado na fraqueza.” De muito bom grado, portanto, jactar-me-ei antes com respeito às minhas fraquezas, para que o poder do Cristo permaneça sobre mim igual a uma tenda. 10 Portanto, tenho prazer em fraquezas, em insultos, em necessidades, em perseguições e dificuldades, por Cristo. Pois quando estou fraco, então é que sou poderoso.


Deixa eu te explixar esse texo.

o apostolo Paulo ele estava com algum problema,Várias explicações sobre a natureza do espinho na carne de Paulo já foram dadas. provavelmente era uma aflição física.

Primeiro, o propósito do espinho na carne era fazer com que Paulo permanecesse humilde. Qualquer pessoa que tivesse encontrado Jesus, falado diretamente e sido enviado pessoalmente por Ele (Atos 9:2-8) ficaria, em seu estado natural, orgulhoso da sua experiência incrível. 

Acrescente a isso o fato de que Paulo tinha sido guiado pelo Espírito Santo a escrever muito do Novo testamento, e é fácil ver como ele poderia ter se tornado orgulhoso e arrogante. Segundo, sabemos que a aflição veio de Satanás ou de um dos seus mensageiros. Assim como Deus permitiu que Satanás atormentasse a Jó (Jó 1:1-12), Deus permitiu que Satanás atormentasse Paulo para que Seu propósito e Sua vontade fossem executados.

É fácil compreender por que Paulo consideraria esse espinho como um atrapalho a um ministério mais efetivo e amplo (Gálatas 5:14-16) e por que ele pediu continuamente a Deus que o removesse de sua vida (2 Coríntios 12:8). No entanto, ele aprendeu dessa experiência a lição que permeia seus escritos: poder divino é melhor demonstrado quando no meio da fraqueza humana (2 Coríntios 4:7), para que apenas Deus receba o louvor e crédito (2 Coríntios 10:17). Ao invés de remover o problema, Deus deu a Paulo graça e força através da situação, e foi Ele quem declarou que Sua graça é “suficiente”.
Deixa agora eu te contar uma historia que ajuda a ver que nossas fraquezas pode de certa forma nos ajudar
“Uma senhora chinesa já idosa, carregava dois vasos grandes, cada um pendurado na ponta de uma madeira que se apoiava em seus ombros. 
Um dos vasos tinha uma rachadura, e o outro era perfeito e sempre levava todo o seu conteúdo de água. 
No fim do longo percurso o vaso defeituoso chegava sempre com metade do seu conteúdo. E foi assim por dois longos anos, a senhora idosa levava para casa um vaso e meio de água. 
O vaso perfeito era orgulhoso, pois cumpria sempre a sua obrigação. 
O vaso defeituoso ao contrário envergonhava-se da sua imperfeição, perdia sempre metade do seu conteúdo. 
Depois de dois anos, reconhecendo seu defeito durante um trajeto, falou com a senhora idosa: 
“Sinto muito, que por causa do meu defeito perca metade do meu conteúdo.” A senhora idosa sorriu e disse: Já reparaste nas flores que estão do teu lado? Enquanto no outro lado não. Isto porque eu sempre soube que em ti havia uma rachadura, então plantei sementes do teu lado e a cada dia que fazia este trajeto tu regavas as sementes. Por dois anos recolhi estas maravilhosas flores para decorar a nossa mesa. Sem ti e a tua maneira de ser, não seria possível esta beleza para alegrar a nossa casa. 
Cada um de nós tem o seu defeito particular… Mas são as rachaduras e os defeitos que fazem as nossas vidas assim interessantes e gratificantes. Devemos aceitar as pessoas como são, procurando ver nelas aquilo que têm de melhor.”

 
Foto de Pense Comigo.