INFERNO EXISTE?

Eu vejo o amor de forma bem ampla, eu vejo amor onde eu torço e também tento fazer algo para que eu possa com que uma pessoa de atitudes bem ruins possa voltar a praticar o bem e viver. E eu sei que esse meu pensar amplo de amor vem de Jeová, Eu vejo isso quando Jeová nos escreveu no livro de Ezequiel, (Ezequiel 33:11)

 11 é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, “não me agrado na morte da pessoa ruim, mas em que a pessoa ruim recue do seu caminho e realmente continue vivendo. Recuai, recuai dos teus maus caminhos, pois, por que devíeis morrer?”’

Às vezes eu assisto certos programas de televisão onde tem reportagens policiais e vejo os repórteres falando de forma desprezível de pessoas que cometem atrocidades, certa vez um ate mesmo falou que a pessoa deveria morrer que não faz falta, disse que um deveria matar o outro, sabe eu nunca vi cristo falar assim pensar assim, pois ele queria que na verdade a pessoa como disse Jeová no texto acima que essa pessoa recuasse dos seus atos e tivesse oportunidades e vida eterna, e assim e o coração de quem adquiriu a mente de cristo e resgatou a natureza de Jeová.

Uma das coisas da qual eu vejo em relação a não estar com coração bom é quando a pessoa insiste na existência do inferno, ou seja, essa pessoa insiste que exista um lugar de tormento.

Chegam de todas as formas a defender esse conhecimento, e ate falam que  deus  não quer a morte nem quer que a pessoa va para o inferno, mais fazer o que, se a pessoa quis escolher esse caminho?

Sabe e algo tão cruel, existir um inferno, uma pessoa ficar uma eternidade em tormento que nunca, nunca mesmo vai se encaixar o amor nesta teoria.

Não a espaço para o verdadeiro amor, imagine-se, por favor, você estar em um lugar, uma cidade e nesta cidade você pode passar pela porta do inferno onde tem como você ver o que acontece La dentro, imagine que este lugar onde você vive é o paraíso, vamos dizer.

Imagine você recebendo uma visita e convidando a visita para ver o lugar e passa pelo inferno e mostra a essa sua visita que pessoa La dentro está sofrendo atormentando se, imagine.

Essa pessoa sua visita pergunta a você o que é isso porque esta acontecendo isso com essas pessoas? É ai você explica, foi  nosso deus, que fez esse lugar ou se não fez permite que essas pessoas fiquem ai a eternidade em sofrimento.

Nossa que terrível que coisa mais brutal, por mais ruindade que essa pessoa tenha feito.

E digamos que essa pessoa nem tenha feito nada tão brutal. Afinal estar no paraíso não e só ser bom, mais sim ter aceitado Jesus como sua salvação, então mesmo essas pessoas que não fez algo tão ruim estão La neste tormento, (não concordo com isso) talvez diga sua visita, não concordo com lugar deste tipo que pessoas venham a sofrer eternamente.

Sabe O assunto inferno voltou à baila. Depois de muitos anos de silêncio embaraçoso sobre essa questão, cristãos conservadores estão tentando demonstrar que o inferno é bem real, e eterno. 

Você sabe o que costuma acontecer quando as pessoas tentam visualizar o inferno? 

Quando você tenta imaginar Eles acabam tornando-o menos real. Você sabe por quê?

Porque é quase impossível imaginar tormento eterno.

Um pastor estava pregando à sua congregação sobre os tormentos do inferno. Ele dissertou eloqüentemente sobre o "choro e ranger de dentes".

Naquele momento, uma velhinha falou com voz estridente: "Mas pastor, não tenho dentes!"

O pastor encarou-a firmemente e proclamou: "senhora, os dentes serão providenciados." 

Sabe e isso que mim assusta, quando queremos acreditar em algo, às vezes providenciamos coisas para que esse algo realmente seja verdade.

Sabe Podemos tentar descrever o inferno de forma que faça sentido, tentamos até providenciar dentaduras para rangê-lo de dentes, no entanto, algo está errado nesta cena.

Veja uma opinião do século 19 sobre esse assunto. No tratado chamado "a visão do inferno", é declarado: esta declaração de um famoso pregador: "seu coração desfaleceria se você soubesse que depois de milhões e milhões de anos, seu tormento não estaria mais próximo do fim do que quando começou, e você nunca, nunca, nunca seria libertado!" Sim, amigo, este é um pensamento esmagador. 

Tanto é que a maioria das pessoas, ou tenta esquecê-lo, e desiste da religião como um todo, ou perde a cabeça. 

Simplesmente não podemos entender o inferno eterno. É tão grotesco, tão indescritivelmente cruel, que parece irreal. 

Há ainda outro desafio com o qual os cristãos se deparam ao tentar visualizar o inferno. Isto é, para muitas pessoas, isso não faz nenhum sentido. Parece, na realidade, tremendamente injusto. 

Eles dizem o seguinte: por que deveriam indivíduos que pecaram por 70 anos ser sentenciados por um Deus santo a uma eternidade de tormentos? 

Você percebe o problema? A penalidade parece fora de proporção para o crime. 

Até nossos mais cruéis e tirânicos juízes na terra não condenam ninguém a uma vida de tortura. 

As pessoas têm tentado responder a essa objeção. Alguns teólogos têm dito que já que Deus é eternamente santo e eternamente justo, então faz sentido que a sentença aos condenados seja o tormento eterno. 

Que tipo de jogo de palavras é esse? Não me parece muito convincente o que você acha?

Justiça eterna não exige tormento eterno, assim como pastos verdes não exigem vacas verdes.

Outros defensores explicam da seguinte forma: os que estão no inferno, à medida que queimam nas chamas, gritam e blasfemam contra Deus.

Isto é, continuam pecando. Portanto, é claro que sua sentença continua. Eles têm que continuar pagando por suas contínuas faltas.

Bem, esse pensamento também não é muito confortador. Ele traz à mente um pai abusivo que continua batendo e espancando seu filho, porque este, não pára de chorar enquanto o pai o espanca.

No entanto, com Jeová Deus, este círculo vicioso continuaria para sempre. 

O tema do inferno enfrenta alguns duros obstáculos. É tão cruel e grotesco, e tão feio, que é impossível harmonizar com o caráter de um Deus amoroso. Para todos os padrões humanos, parece ser completamente injusto.

Bom, talvez depois de você ter raciocinado que isso e verdade vem uma pergunta que você também pode fazer. 

Então deveríamos simplesmente descartar a idéia da destruição dos ímpios? 

Deveríamos passar por alto as partes da escritura que se referem às chamas do inferno? 

Não, creio que não devemos. Há um modo de tornar o inferno bem real hoje. E isto é simples dando a ele um fim. Tenho uma razão para afirmar isto. E aqui está o porquê de poder afirmar isso como alguém que aceita a autoridade da palavra de Jeová Deus. 

Se você crê na Bíblia literalmente, você não pode acreditar num inferno eterno. 

Muitos, lendo este relato podem ter suposto que precisam acreditar no tormento eterno porque devem crer na Bíblia literalmente. Mas eu gostaria de demonstrar agora mesmo que o oposto é verdade. 
 

Vamos ler alguns textos. Vamos começar com o próprio Jesus. Ele é a segunda autoridade neste assunto de vida após a morte, e na questão da destruição dos ímpios. 


Veja o que Jesus diz em Mateus 10:28. Aqui, Cristo revela claramente a questão da vida, morte e inferno. 

Vamos tentar entender literalmente as palavras de Jesus. Ele diz: (Mateus 10:28) . . .E não fiqueis temerosos dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma; antes, temei aquele que pode destruir na Geena tanto a alma como o corpo. . .

Aí está. De acordo com Jesus, o que acontece no inferno?

Alma e corpo são ambos destruídos.

Não adianta imaginar que, embora um mero corpo humano fosse consumido rapidamente no fogo e enxofre, a alma do ímpio continuaria sofrendo eternamente. Não, a alma, o fôlego de vida, é destruída.

No sermão da montanha, quando Jesus falou sobre o destino da humanidade no fim dos tempos, Ele disse que a porta estreita leva à vida, e largo é o caminho que leva à destruição.

(Mateus 7:13,14). (Mateus 7:13-14) 13 “Entrai pelo portão estreito; porque larga e espaçosa é a estrada que conduz à destruição, e muitos são os que entram por ela; 14 ao passo que estreito é o portão e apertada a estrada que conduz à vida, e poucos são os que o acham.

No mais conhecido verso da Bíblia, João 3:16, Jesus explica que Jeová Deus deu Seu Filho unigênito para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 

Dois destinos são contrastados. Vida eterna e morte. 

Se analisarmos estas passagens literalmente o que devemos concluir? Que o inferno resulta na morte dos ímpios. Isto é, na verdade, o que as Escrituras afirmam de forma bastante clara.

Os ímpios morrerão; serão queimados, totalmente consumidos, se tornarão cinzas, serão devorados.
O apóstolo Pedro falou do dia do julgamento e do dia da destruição dos "homens ímpios", II Pedro 3:7. O apóstolo Paulo escreveu sobre aqueles que se tornaram inimigos de Cristo:

(2 Pedro 3:7) . . .Mas, pela mesma palavra, os céus e a terra que agora existem estão sendo guardados para o fogo e estão sendo reservados para o dia do julgamento e da destruição dos homens ímpios.

Intelectuais nos dizem que a palavra grega traduzida por destruição é a mais forte palavra que poderia ser usada para significar a completa perda da existência. 

Sabe às vezes nossa maneira de encarar afirmativas das Escrituras me lembram pessoas que chegam a uma placa de trânsito.

Aquela grande placa octogonal vermelha com a palavra "pare", é lida de muitas formas. Algumas pessoas acham que significa "reduza." Outros a interpretam "olhe para os dois lados e depois pise fundo." Outros ainda parecem pensar que 'pare' significa "olhe para ver se tem um guarda, e então continue." 

Porém, é claro que algumas vezes um desses guardas de trânsito acaba nos parando e nos dando uma multa que nos lembra que 'pare', significa 'pare' mesmo.

Podemos supor que todas as passagens bíblicas sobre a morte dos ímpios não devem ser entendidas literalmente. Podemos supor que a morte não significa realmente morte, e destruição não significa realmente destruição. Podemos ler aquelas palavras "tormento eterno". 

Se vamos entender a Bíblia literalmente, amigo, não podemos acreditar em tormento eterno no inferno. O inferno tem um fim, uma grande placa que diz "pare", acaba com a morte dos ímpios. 

Alguns podem estar pensando: "mas não há passagens bíblicas que falam literalmente do sofrimento eterno no inferno?" 

Vamos analisar isso. 
Este e um dos textos textos mais usados: Marcos: 9:47,48. (Marcos 9:47-48) . . .E, se o teu olho te fizer tropeçar, lança-o fora; melhor te é entrares com um olho no reino de Deus, do que seres com os dois olhos lançado na Geena, 48 onde o seu gusano não morre e o fogo não se extingue.

Jesus está dizendo que se sua mão ou pé ou seus olhos fizerem com que você peque, seria melhor cortar fora um desses membros, do que ir para o fogo do inferno. Essa advertência é feita três vezes. O que essas passagens querem dizer?

Por que às vezes parecem tão confusas? 

Bem, se estiverem fora do contexto da Bíblia, elas certamente parecerão confusas. 

(Marcos 9:48) . . .onde o seu gusano não morre e o fogo não se extingue.

O que significa um fogo que não se extingue ou seja não se apaga? 

sabe muitos cristãos tomam estas palavras como uma descrição do tormento eterno. Eles imaginam um verme da consciência, atormentando os ímpios para sempre. Imaginam um fogo que não se apaga porque continua consumindo os perdidos para todo o sempre. 

O que o texto quer dizer literalmente?

Você sabia que Jesus estava citando verso do livro de Isaías? Ele está se referindo à cena grotesca que o profeta descreve em 

Isaías 66:24

(Isaías 66:24) . . .“E realmente sairão e olharão para os cadáveres dos homens que transgrediram contra mim; pois os próprios vermes sobre eles não morrerão e o próprio fogo deles não se apagará, e terão de tornar-se algo repulsivo para toda a carne.”

O que está sendo descrito aqui? A condição de corpos sem vida, cadáveres. Ninguém está se contorcendo em agonia. Vermes, larvas estão destruindo carne morta; o fogo está consumindo os corpos. E qual é o sentido da passagem? Completa e total destruição. 

O verme não morre, o fogo não é apagado, até que tenham feito seu trabalho e nada sobre.

Isto é o que a passagem descreve literalmente. Não fala de pessoas gritando em agonia e queimando no inferno. O texto concorda com todos os outros que dizem que os ímpios pereceram, foram destruídos.

É preciso muita imaginação para supor que este verme realmente significa algo vivo dentro de uma pessoa, que não morre, mas continua sofrendo para sempre. No entanto, esta suposição é tão difundida que muitas pessoas a consideram um ensinamento bíblico.

Isso me lembra a história que circulou, não faz muito tempo, sobre cientistas que cavaram um buraco muito fundo na Sibéria.

Veja esse vídeo abaixo sobre esta matéria.

 

Talvez você tenha lido esta história. Dizia-se que o buraco adentrava 14 quilômetros pelo interior da crosta terrestre. Dizia-se que chegava a um lugar onde a temperatura era de 1.100 graus centígrados. Os homens introduziram microfones naquela fenda e ouviram vozes humanas gritando, supostamente as pessoas atormentadas no inferno.

Alguns insistiam que uma revista científica da Finlândia tinha documentado a descoberta. Bem, o documento nunca existiu. Era só o resultado de uma imaginação fértil. Obviamente a história era apenas um boato. Mas, sabe, acabou criando vida própria. E muitos, muitos crentes têm repetido isso como verdade bíblica.

um boato não se torna verdade só porque é repetido vez após vez. Temos que descobrir o que a Bíblia diz, literalmente. 

Alguns estão pensando, "um momento, o que dizer sobre aquele 'choro e ranger de dentes'?" Jesus não usa a frase punição eterna? 
como você vai explicar isto?" Bem, as expressões "choro e ranger de dentes" e "punição eterna" estão na Bíblia. Jesus as usou. Sim, haverá "choro e ranger de dentes", verdadeira angústia e horror, para aqueles que forem lançados nas "trevas exteriores".

Quando Cristo agir em acabar com os infortúnios da vida e assim acabar também com todos aqueles que não deram atenção a espiritualidade e os ímpios perceberem que não estarão desfrutando a eternidade com seu Deus, sua angústia será indescritível.

Meu argumento é que Jesus não diz que o "choro e ranger de dentes" vai durar para sempre. Sim, Ele fala de punição eterna, ou ruína eterna. Mas essa frase sozinha não contradiz sua idéia de destruição dos ímpios.

Note, a punição eterna é final. Um castigo que dura para sempre. Castigo eterno seria um estado de punição que continuaria para sempre. Se você é sentenciado à morte eterna, ou seja, se nunca mais voltará a viver, esta será uma sentença eterna. 

Temos alguns textos, no entanto, que nos dizem claramente que o fogo eterno do inferno resultará em total aniquilação.

Em II Pedro 2:6, o apóstolo fala do Deus que: reduzindo a cinzas as cidades de Sodoma e Gomorra, ele as condenou, estabelecendo para as pessoas ímpias um modelo das coisas que hão de vir;

Parece que o destino de Sodoma e Gomorra é um exemplo do destino dos maus no fim dos tempos. Estão essas cidades ainda em chamas?

Estão os ímpios cidadãos de Sodoma e Gomorra sendo atormentados ainda?

Claro que não, seria ridículo pensar isto.

Talvez eu esteja insistindo demais nesse texto. Vamos ler o verso 7 de Judas; aqui o escritor nos fala que Sodoma e Gomorra: e as cidades em volta delas, as quais, da mesma maneira como os precedentes, tendo cometido fornicação de modo excessivo e tendo ido após a carne para uso desnatural, são postas diante [de nós] como exemplo [de aviso] por sofrerem a punição judicial do fogo eterno.

Qual foi o resultado disso? Aniquilação total dos habitantes. Eles pereceram. Isto é o que devemos concluir sobre o inferno, se entendemos a Bíblia literalmente.

Agora, vamos averiguar uma última evidência. Ela se encontra no livro do Apocalipse. Aqui está aparentemente a maior prova a favor do tormento eterno.

sabe eu estava lendo e percebi que tem Duas passagens em Apocalipse falam sobre o lago de fogo.

Veja que Apocalipse 14 descreve aqueles que adoram a besta sendo consumidos pelo fogo e enxofre, e diz:

E a fumaça do tormento deles ascende para todo o sempre, e não têm descanso, dia e noite, os que adoram a fera e a sua imagem, e todo aquele que recebe a marca do seu nome

outro texto e Apocalipse 19 fala da besta e do falso profeta e do diabo sendo atormentados para todo o sempre no lago de fogo. E o Diabo que os desencaminhava foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde [já estavam] tanto a fera como o falso profeta; e serão atormentados dia e noite, para todo o sempre.

Esses textos certamente parecem descrever um inferno de sofrimento eterno certo?

Há uma coisa, porém, que deveríamos manter em mente, sabe que e?

O livro de Apocalipse está cheio de linguagem simbólica. Não é uma narrativa literal.

É literatura apocalíptica, um tipo de escrito profético que mostra eventos através de imagens, vívidas, mas simbólicas.

Posso te mostrar como e isso?

Não sei se você já leu mais o Apocalipse nos apresenta um cordeiro que abre um livro, fala de escorpiões movendo-se num abismo sem fundo, um dragão fazendo guerra com uma mulher grávida, e bestas horrendas saindo do mar. 

sabe Nenhum teólogo que eu conheço estuda estas imagens literalmente.

Obviamente elas representam certos eventos importantes. O dragão e a besta que são atirados no lago de fogo são figuras simbólicas. A fumaça do tormento subindo pelos séculos dos séculos também é simbólica. É uma forma poética de falar sobre uma terrível conclusão, a natureza irrevogável do julgamento final. 

Afinal de contas, o profeta Isaías usou a mesma linguagem para falar do julgamento de Deus contra a ímpia Edom. Ele usou a expressão "para sempre". Isaías 34:9,10. (Isaías 34:9-10) 9 E as torrentes dela terão de transformar-se em piche e seu pó em enxofre; e sua terra terá de tornar-se como piche ardente. 10 Não se apagará nem de noite nem de dia; sua fumaça continuará a ascender por tempo indefinido. De geração em geração será abrasada; nunca jamais passará alguém por ela.

A terra se tornaria "em piche ardente", ele disse, e não se apagaria de dia nem de noite; sua fumaça subiria para sempre.

Isto é Edom. Hoje, porém, a terra de Edom não está em chamas. O fogo se apagou muito tempo atrás. 

O que Deus queria dizer, então? Ele estava usando linguagem poética para enfatizar a meticulosidade da destruição total. Ele estava falando de um julgamento que seria final. 

Isto é o que o lago de fogo bíblico quer dizer. Destruição completa e total. 

Apocalipse 21:8, nos diz claramente que o lago que queima com fogo e enxofre é a "segunda morte". 

o inferno tem um fim. Os ímpios serão totalmente consumidos, morrerão, perecerão, serão aniquilados. Se quisermos acreditar num sofrimento sem fim no inferno, teremos que tirar os textos bíblicos de seu contexto, e distorcê-los.

Teremos que usar textos altamente simbólicos do Apocalipse, ao pé da letra, e todos os textos literais da Bíblia, de forma simbólica.

Isto é o oposto do que deveria acontecer. Se a Bíblia diz claramente, nos ensinos de Jesus, ou nas cartas de Paulo, que os ímpios perecem, são destruídos, são aniquilados, experimentam a morte, então devemos usar estas passagens para entender as vívidas imagens do Apocalipse, e, não o contrário.

É por isso que posso dizer que, se você entender a Bíblia literalmente, não pode crer em tormento eterno.

Entenda eu creio que Deus irá secar toda lágrima. Creio que, depois que Jesus agir e acabar com o pecado, não haverá mais tristeza, ou choro ou dor. Creio que não haverá mais morte, porque tudo isso está literalmente prometido na Bíblia.

Essas promessas, porém, não poderiam se cumprir. Seu cumprimento seria totalmente inviável se milhares de pessoas estivessem se contorcendo em agonia pelos séculos dos séculos. Sempre haveria lágrimas. Sempre haveria tristeza e dor. 

Veja o que uma pessoa falou, esta pessoa morava na Califórnia. Ela disse: Eu nunca me esqueço de ter visto pela janela da minha sala as enormes chamas ardendo nas montanhas à distância durante os incêndios na Califórnia. Toda aquela fumaça crescendo em direção ao céu foi uma visão e tanto. Eu podia ouvir as sirenes dos carros de bombeiros que acorriam ao local, o ronco dos helicópteros carregando produtos que retardam o fogo. Depois que o fogo se apagou, pude ver quão negras as montanhas haviam se tornado. E posso dizer-lhe que foi um sentimento horrível. Numa hora assim você pensa nos lares que se tornaram lixo em poucos minutos. Você se pergunta quantos perderão a vida na medida em que o fogo é levado pelo vento em direção ao oceano. Numa hora como essa, só há um pensamento na mente: espero que eles apaguem o fogo a tempo. Oro para que não continue queimando. 

Você não pode imaginar um holocausto assim continuando por muito tempo, causando tanta ansiedade e sofrimento. Eu sei que o inferno precisa ter um fim. Tudo que Jesus nos mostra sobre Deus o Pai nos leva a crer nisso. Tudo que sabemos sobre justiça nos leva a crer nisso. Mas, acima de tudo, isto é o que a Bíblia ensina literalmente. 

Depois da vinda de Cristo, depois que este mundo for purificado pelo fogo, todas as coisas serão novas e maravilhosas. A Bíblia diz que, em lugar da ruína do pecado e da morte, a paz e o amor de Jeová Deus florescerão para todo o sempre. Sim, haverá choro e ranger de dentes. 

Sim, haverá uma tragédia inconcebível se você perder a vida eterna que Deus preparou perder aquela vida para sempre com Deus. Mas Deus acabará com todo o sofrimento. Ele apagará do universo o pecado e a morte. Não quero estar entre aqueles que perecerão no fogo do inferno. Não quero ser parte do problema que será resolvido com a purificação do fogo. Quero estar entre aqueles que se apegam a Jeová Deus o Pai, o Único que não quer que nenhum de seus filhos pereça. A vontade dele para você é vida eterna com Jesus Cristo. Façamos a escolha deste agora mesmo.