Um mito leva a outro

 “ACAUTELAI-VOS”, escreveu o apóstolo Paulo aos cristãos que viviam na segunda metade do primeiro século EC. Esse alerta era a respeito do quê? “Talvez haja alguém que vos leve embora como presa sua, por intermédio de filosofia e de vão engano, segundo a tradição de homens.” — Colossenses 2:8.

Apesar do aviso de Paulo, a partir de meados do segundo século EC, alguns cristãos começaram a adotar conceitos dos antigos filósofos para explicar suas crenças. Por quê? Porque queriam ser aceitos pelas pessoas instruídas do Império Romano e assim conseguir mais adeptos.

 

Entre esses cristãos, um dos mais conhecidos era Justino, o Mártir. Ele acreditava que o Porta-Voz de Deus já havia se manifestado aos filósofos gregos muito antes de vir a Terra como o homem Jesus. De acordo com Justino e outros instrutores que pensavam da mesma maneira, a contribuição que a filosofia e a mitologia deram ao cristianismo fez com que essa forma de religião se tornasse realmente universal.

A forma de cristianismo de Justino, o Mártir, teve muito sucesso em converter pessoas. No entanto, a adoção de um mito levou à criação de outros e deu origem ao que hoje muitos acreditam ser a doutrina cristã. Para descobrir a verdade sobre esses mitos, compare o que dizem as obras de referência a seguir com o que a Bíblia realmente ensina.

 

Mito 1: A alma é imortal

 

 

Eu Confesso que sou noveleiro, nasci em uma familia que possui seis mulheres, mais sou sempre observador, ja percebeu que na emissora globo sempre tarta o assunto a volta dos mortos, o espiritismo a alma imortal em toda novela sempre tem um morto que aparece, agora mesmo esta passando escrito nas estrelas que trata muito sobre isso, mais de onde surgiu essa tese esse mito que a alma sobrevive? veja comigo o que a biblia diz sobre isto:

 Qual é a origem do mito? “Os primitivos filósofos cristãos adotaram o conceito grego da imortalidade da alma e pensavam que a alma era criada por Deus e implantada no corpo por ocasião da concepção.esta pesquisa tirei da The New Encyclopædia Britannica (1988), volume 11, página 25.

O que a Bíblia diz? “A alma que pecar, essa morrerá.” — Ezequiel 18:4, isso voce pode ler ate na versao Almeida, revista e corrigida.

A respeito da criação da primeira alma humana, a Bíblia diz: “Jeová Deus passou a formar o homem do pó do solo e a soprar nas suas narinas o fôlego de vida, e o homem veio a ser uma alma vivente  — Gênesis 2:7.

A palavra hebraica néfesh, traduzida “alma”, significa ‘criatura que respira’. Quando Deus criou o primeiro homem, Adão, Ele não implantou dentro dele uma alma imortal, mas sim a força de vida que é mantida pela respiração. Portanto, em sentido bíblico, “alma” se refere ao inteiro ser vivo. Se a alma ficar sem a força de vida originalmente dada por Deus, ela morre. — Gênesis 3:19;Ezequiel 18:20.

A doutrina da imortalidade da alma levantou algumas questões: Para onde as almas vão depois da morte? O que acontece com as almas das pessoas más? Ao adotar o mito da alma imortal, os professos cristãos acabaram aceitando outro mito — o ensino do inferno de fogo.

Veja estes versículos bíblicos: Eclesiastes 3:19Mateus 10:28Atos 3:23

Ou seja resumindo 

 

FATO:

Na morte a pessoa deixa de existir